Eu faço assim.

sado

Porque será que a vida das pessoas nunca é como elas desejam que seja? O ser humano muito gosta daquilo que não tem porque… e apenas, não tem. Quando, finalmente, tem aquilo que pretende… a coisa deixa de fazer sentido. Com a idade esses comportamentos vão deixando de fazer sentido e passam a ser sublimados… ou passam a sonhos. Sim, sonhos! Pode parecer estranho pois os sonhos estão associados à juventude e à capacidade de sonhar dos jovens, à vontade de mudar o mundo. Mas a idade permite voltar a sonhar. Pelo menos eu sonho. Consigo transformar situações menos agradáveis em verdadeiros acontecimentos. Acontecimentos esses que são conseguidos através do sofrimento. Esse é o condimento que separa o sonho da juventude do sonho do ser humano com mais idade. Através do sofrimento. Na juventude, a não concretização de um sonho não gera sofrimento. Quando muito sente-se alguma desilusão. Com a idade, sofre-se. O tempo torna-se escasso e sente-se que poderá não haver o tempo necessário para reverter uma situação adversa. Isso implica sofrimento. Mas o sofrimento pode e deve ser racionalizado, ultrapassado e, assim, passar a fazer parte do nosso universo de sonho. Também é certo que muitas pessoas não conseguem processar devidamente toda a informação. Por diversas razões. Por isso é que somos todos diferentes.

Deixar uma resposta