Arquivo da Categoria: Clássicos da Maria.

Realmente, deixar as coisas a meio…

“Só faço sexo com o meu namorado porque ele diz que está com vontade, mas depois arrependo-me, pois ele deixa sempre o trabalho a meio. A justiftcação que me dá é que tem de ir à casa de banho. Já lhe disse algumas vezes que não gosto que ele deixe as coisas a meio. Será que não lhe dou prazer? Terá outra mulher?”

in Maria.

As de 38 anos são sempre as mais complicadas…

“Tenho 23 anos e tive, por várias vezes, relações sexuais com uma mulher casada de 38 anos. Sei que ela me ensinou tudo o que sei sobre mulheres, mas agora, apaixonei-me por uma rapariga da minha idade e quero terminar. Ela ficou furiosa e não desiste de marcar mais encontros. Sempre pensei que ela fosse mais tolerante comigo. O que devo fazer?”

in Maria.

Ferido? É uma forma de expressão… deve ter arrancado metade…

“O meu namorado adora sexo oral e eu não quero desiludi-lo. O problema é que me engasgo muito facilmente e, no outro dia, os meus dentes acabaram por magoá-lo. Agora estamos sem qualquer sexualidade, porque ele tem o pénis ferido e eu não passo um minuto que não me culpe do sucedido. Porque é que eu sou diferente das outras mulheres?”

in Maria.

Se é de família…

“Adoro sexo, é de família, o meu pai era assim. O problema é que sou mal-entendido pela minha mulher. Eu quero sexo todos os dias e a ela raramente apetece. Anda tão ocupada com os nossos filhos que já cometi algumas infidelidades e ela nunca percebeu. O que posso fazer para melhorar o casamento e conseguir motivar a minha mulher para o sexo?”

in Maria.

Eu também não sei o que pensar.

“Estou divorciada há 12 anos e não voltei a ter relacionamentos muito significativos com outros homens, o meu ex-marido é que voltou a casar. O reencontro deu-se no mês passado, no casamento do nosso filho, e nesse fim de semana, como a mulher dele não veio, acabámos por nos envolver. Desde essa altura, ele quer ter encontros comigo, apenas para termos sexo. Não sei o que pensar”

in Maria.

Eu não posso ajudar, mas conheço quem possa!

“A minha namorada é completamente arrebatada com o sexo. Temos relações sexuais uma e duas vezes por dia e parece nunca estar satisfeita. Depois, ela tem inúmeros fetiches (tem sempre uma peça encarnada de lingerie vestida: cueca, liga, meias) e usa imenso a agressividade. Temo que algum de nós possa magoar-se. Preciso que me ajudem.”

in Maria.

As mulheres não são nada compreensivas…

“Tenho um caso. A pessoa em causa é mais nova e deixa-me louco porque o sexo com ela é mesmo bom. O problema é que ela quer sexo todos os dias e eu acho que o faz para eu não ter oportunidade de ter relações sexuais com a minha mulher. Já lhe disse que não podemos continuar assim porque já há desconfianças na minha casa, mas ela parece não se importar! Como posso refrear o entusiasmo para não pôr em risco qualquer uma destas relações?”

in Maria.

Medo, muito medo…

“A minha mulher tem amigas espectaculares e pediu-me para eu fazer amor com uma. Acontece que a rapariga é demasiado desinteressante e feia. A razão é precisamente ela não ter tido muitos casos e ninguém lhe conheceu um namorado sério. Como está há tempos sozinha, agora anseia ter uma experiência sexual. Queria safar-me, mas não sei como a minha mulher irá reagir.”

in Maria.