Arquivo da Categoria: Minhoquices

Ai que saudades!

Tenho imensas saudades deste tempo. As minhocas eram mesmo minhoquinhas… para além de fofinhas eram muito mais chegadas ao pai e à mãe. Agora os tempos são outros e qualquer dia saem-me de casa… e eu vou ficar muito triste… não vou querer nada que esse dia chegue… mas lá terá de ser. É a vidinha.

Um beijinho para as minhas meninas.

Há oito anos e picos que comecei a ser pai. Nunca tinha sido e por isso mesmo, não sabia no que me ia meter… como aliás, ninguém sabe. Isto de ser pai, tem dias. É como os interruptores. Umas vezes estão para cima e outras vezes estão para baixo. Muito previsível? Também acho, mas é mesmo assim. Os filhos, quando aparecem, passam a ser parte da nossa vida, uma parte indissociável do nosso dia a dia, com tudo o que isso tem de bom e tudo o que tem de mau. Mau poderá parecer uma palavrinha cruel, para retratar as nossas lindas criancinhas mas, por vezes, elas conseguem ser muito piores do que isso tudo junto. Só quem não os tem é que não percebe o que eu quero dizer. Mas, e há sempre um belo mas, as nossas criancinhas são uns pequeninos seres vivos que nos conseguem encher as medidas, quando menos esperamos e da forma mais surpreendente e é por isso tudo e mais alguma coisa que as amamos de forma incondicional. Nunca é demais repetir.

O primeiro de muitos anos.

Faz hoje um ano que a minha minhoca mais pequena foi operada com sucesso. Cá por casa vivemos momentos muito difíceis, que já lá vão e que nos fizeram rever as prioridades desta vida. A minhoca está para as curvas e feliz. E isso, não tem preço. Hoje é dia de festa cá em casa. Um beijinho para ti minhoca 🙂

Um beijo enorme para a Renata.

A minha minhoca pequenina deixou de ser pequenina. Faz hoje seis anos. Está uma menina. Deixou de ser a minha bébé. Já vai para a escolinha dos grandes e está cheia de vontade de começar a ler e a escrever. Mais uma etapa na sua vida. Ela é uma alma cheia de força e vontade por isso tenho a certeza que vai ser muito feliz,  restando-me apenas poder proporcionar-lhe todo o amor e carinho que ela merece. Parabéns minhoca.

Post familiar.

Dois dias para esquecer. Dois dias com as minhocas doentes. Uma de cada vez. As duas com a mesma coisa: garganta inflamada, febre e antibiótico. Adivinhava-se, com este tempo desnorteado de todo, outra coisa não seria de esperar. Custa-me sempre vê-las doentinhas e, apesar de não ser nada preocupante, fico sempre alterado. Pai velho tem destas coisas e por vezes é necessário refrear as preocupações…

Hoje, depois da ida ao médico com a minhoca mais pequena, vim para casa e por aqui fiquei. Até agora não consigui fazer nada daquilo que planeei e desconfio que vai ser assim o resto do dia. Ainda arrumei umas papeladas, rasguei outras e fiquei a olhar para muitas mais, sem vontade de lhes mexer…

E não é que não consigo escrever mais nada?

Adorei!

No fim de semana passado, a família prudêncio teve uma experiência nova. Fomos de malas aviadas para a Eurodisney. Foi divertidíssimo. Mas também muito cansativo. Aquilo é enorme, mas enorme, mesmo. Vimos muita coisa e experimentamos algumas emoções fortes… como a montanha do Indiana Jones a uma velocidade alucinante… o Hotel Hollywood com o elevador a cair repentinamente e a subir logo de seguida… mas também vimos a casa do Pinóquio, a casa dos Piratas, a casa Assombrada e a casa do Peter Pan… aquilo mexeu com o imaginário dos pais das minhocas… porque para as minhocas foi verdadeiramente mágico. Elas adoraram. Levaram umas maquinetas de fotografias (daquelas que se deitam fora) e estou mortinho por ver as fotografias que elas tiraram, ou seja, uma perspectiva diferente daquilo que fomos vendo…

Sem dúvida que foi um esforço financeiro mas valeu a pena pois é uma experiência única que vai ficar sempre na memória das minhocas. Quem puder fazer uma viagem destas não hesite porque é mesmo uma delícia. Apesar de ser um parque muito extenso, ter filas para as entradas e andarem por lá vários milhares de pessoas, tem uma estrutura muito bem montada, tem muita qualidade nos espectáculos, nas “construcções”, nos cenários, nos bonecos e depois são super simpáticos na abordagem ou pedidos de informação. E as lojas… bem as lojas são caras mas dá para perder a cabeça com tanta oferta…

Resumindo e concluindo, foi muito bom termos tido a oportunidade de fazer esta viagem. Talvez um dia lá voltemos, com as minhocas já adolescentes e eu já de cadeirinha de rodas e surdo de todo…

Post familiar.

1232800814T8g3wWP

De ontem para hoje, foi para esquecer… a minhoca mais pequenita começou a chorar ao fim da tarde de ontem… ouvido esquerdo a doer. Uhmm, ela nunca se queixa de nada, por isso é mesmo para valer: otite, quase de certeza. Lá tomou o Brufen da ordem, para lhe aliviar as dores, como não tinha febre decidimos esperar até de manhã, para ver como paravam as modas. Dormiu tranquila e acordou sem dores. Tornou a tomar Brufen, por precaução, e lá fui eu com ela para a Pediatra. Hoje calhou-me a mim ter de faltar, depois de avaliados os efeitos colaterais, os meus alunos ficavam a perder menos do que os da minha rica senhora, por isso fiquei eu com a minhoca toda a tarde. Claro que está a tomar antibiótico, mas isso ela até gosta do sabor… ao contrário da irmã, que só faz fitas quando lhe calha em sorte ter de o tomar. Foi uma tarde tranquila mas que não deu para conseguir trabalhar. Agora seguem-se dez dias, com três tomas diárias, uma delas à meia noite e meia hora em temos de acordar a minhoca para abrir a boca e tomar o antibiótico. Mais dez dias a parecer um zombie… o que, a somar ao mau aspecto que tenho tido… dá para quem me encontrar numa esquina tenha um susto daqueles…

Here we go again II.

1236518773FKnne4F

Lá fomos nós, cumprir mais uma etapa. São difíceis, estas etapas, mas têm de ser cumpridas. Falamos directamente com o responsável e provavelmente será daqui a dois meses que tudo se resolverá, a não ser que haja uma vaga antes. Como é evidente, gostava que tudo isto fosse resolvido o mais depressa possível, que acabasse de vez com a ansiedade, mas é assim que tem que ser e assim será.

Parabéns Rita.

PICT0011

Hoje é dia de festa. A minha minhoca mais graúda, mais cheiinha e mais dentuças, faz sete anitos. Parece que foi ontem e já está uma menina, cheia de interesses pirosos, coisas cor de rosa e ganchinhos mais ceninhas para o cabelo… enfim, está muito mimosinha e eu adoro.

Ufa, que férias agitadas III.

20090626-109268-6

Mais uma semana de férias. Foram uns dias passados na aldeia. Perto de Chaves. Fazemos sempre estes dias no campo, todos os anos, com piscina pelo meio. Como já era de prever, as minhocas adoraram e nós também. Devo vir um pouco mais gordito e gracioso, mas naquelas paragens é difícil comer pouco… Ainda tentei trabalhar um pouco, consegui pegar na caneta e no bloco de apontamentos, mas depressa os pousei… Estou a ficar em forma, apesar de continuar a dormir poucochinho, poucochinho, mas a cabeça está a ir ao sítio, devagarinho, devagarinho.

Ufa, que férias agitadas II.

20090721-111387-4

Tenho andado tão absorvido a tentar descansar, que me tenho esquecido de que quando for grande quero ter umas tatuagens assim. Já não digo um corpinho assim, que parecia mal, mas umas tatuagens mais coloridas, isso sim, marchava. Por falar nisso, este fim de semana que passou, fomos acampar novamente. Desta vez para bem pertinho, para Rio Alto. As minhas minhocas, e respectiva senhora, estão a ficar fãs desta coisa de montar tenda, ir para a praia (esta era muito boa, duma largueza que não estava à espera), a seguir piscina e depois dormirem quase ao ar livre (e desta vez estava uma nortada daquelas…), que começo a encarar a hipótese optarmos seriamente por este tipo de actividade, mas “prontos”, logo se verá. Correu tudo muito bem e foi divertido para todos nós.

Hoje foi assim. Amanhã veremos.

20090721-111376-1

E continuamos nós de férias. Sem nada de interessante para contar. Hoje como não fomos à praia porque estava um nevoeiro que nem o D.Sebastião teria gostado, fomos ao Sealife, aqui no Porto. Montanhas de pessoas para entrarem… meia hora de seca para comprar bilhete (caro para quem vai com a família) e só depois soubemos que se tivéssemos comprado o bilhete pela internet teria sido mais barato e entrávamos logo, sem necessidade de estarmos na fila. Sim, eu disse fila. Mas eu gostei e as minhocas adoraram, só a minha rica senhora é que estava à espera de melhor… achava que iria ser qualquer coisa parecida com o Oceanário… com um quarto do espaço era difícil… mas… De qualquer maneira, eu gostei daquilo, achei que estava bem montado e com boa visibilidade. Só não gostei de ter lá ido com tanta gente… acabamos por ver tudo mais rápido do que gostaríamos pois é uma avalanche contínua de pessoas que nos levam à frente… mas isso sou eu, que gosto de ver tudo aquilo com calma. Talvez no final do verão ou até mesmo no Outono façamos uma nova visita, desta vez com a tranquilidade que se quer para um local daqueles.

De papo para o ar.

12223

Estou mesmo de férias. Não consigo ter qualquer tipo de actividade mental, logo, não consigo vir aqui escrever nada. O máximo que consigo é vir aqui escrever que fomos este sábado até ao parque de campismo de Stª Tecla, ali para os lados de Vigo (mais abaixo um pedaço) e que, mais uma vez, a boa companhia nos fez ter um fim de semana à maneira. Acampar é sempre uma aventura mas as minhocas adoram aquela agitação toda e desta vez  finalizou com uma ida à piscina, o que torna a coisa ainda mais apetitosa. Aquela zona é muito bonita e sossegada e, apesar do tempo não ter ajudado muito (começamos a montar as tendas com uma chuva miudinha…) foi muito reconfortante lá termos estado. Sem dúvida que é um local a repetir.

Here we go, again.

1247068034dhUKu8y

Pois lá fomos nós, cumprir mais uma etapa. Confirmou tudo aquilo que já estavamos à espera. Saí de lá muito mais calmo do que entrei. Muito mais confiante, apesar do medo que não me vai largar, acho que estamos em muito boas mãos e só isso é o suficiente para encarar tudo o que aí vem com a tranquilidade necessária. Se tudo decorrer conforme o previsto, lá para Setembro, teremos o segundo round. Enquanto não chegamos lá, vamos tentar manter a nossa vida dentro dos carris e proporcionar às minhocas umas boas férias.

Vai ficar tudo pronto hoje.

8

Já começamos. Estou a escrever com os cascos cheios de tinta. A tal tinta verde para o quarto das minhocas. Elas ainda foram hoje para a escola para que fosse possível pintar o habitat natural delas. Claro que isto já custa, ou seja, a idade não perdoa e amanhã é que vão ser elas mas, quando é por amor, não cansa. Já foram tantas as pintadelas cá por casa que agora já não se fotografa… é pena, mas já não há paciência… apenas nos concentramos na pintura… enfim, uns verdadeiros profissionais. Quero é ver a cara das minhocas quando chegarem a casa e virem tudo diferente, até uns candeeiros individuais vão ter, para melhor verem os livrinhos de histórias de que tanto gostam.