Para o que me deu

Poesia, quem te trouxe?
Achei que chegaste sozinha
Não te quis
Nunca te quis
Sempre tive medo de ti
E agora,
muito de repente,
aqui estás tu
Na minha presença
Cheia
Opulenta
Grande
Tal e qual eu te imaginava.

Eu sabia que irias chegar
Tal como muitas outras coisas,
chegam sempre sem avisar

1 thought on “Para o que me deu

  1. Anonymous

    é bom saber que evoluimos que gostamos do q outrora não gostavamos… sempre achei que este era o teu espaço a escrita …

Leave a Reply