O post que deveria ter sido o primeiro.

Tenho andado numa roda viva com esta coisa do blog.
Já vi tantos, com tanto interesse, que nem sei bem posicionar-me em relação aos assuntos que devo abordar. Por isso, e como penso que devemos ser verdadeiros (sem o lado piroso da coisa), vou dar sempre a minha opinião sobre aquilo que me apetecer tratar.
Como será de bom tom, sur tom, não fico à espera que alguém se sinta ofendido, pois a minha opinião não passa disso mesmo e tem o valor que tem.
Embora tenha consciência de que a tendência de todo o ser humano é a de valorizar em excesso as suas ideias, eu tenho tido a sorte de ter uma estrelinha que, de vez em quando, me manda calar e me leva de volta à doce realidade. Mas se ela também estiver distraída, por favor, alguém me mande um bitaite porque eu detesto ser vaidoso.

Leave a Reply