Segunda vez que me dá para isto.

Menor
É como me sinto
Não tenho razões para tal
mas é como me sinto
Sinto que não acrescento nada de novo
Que sempre assim vivi
E no entanto

No entanto sou capaz de nunca parar
parar de pensar
parar de viver
parar de chorar e de rir

3 thoughts on “Segunda vez que me dá para isto.

  1. Estou maravilhada!!! Realmente estou rodeada por dois seres sensíveis e maravilhosos…. não me bastava o marido ainda levo com um irmão poeta!!! Qualquer dia…ou vos apanho a fumar…ou descubro que fugiram para um paraíso greco-latino qualquer…

  2. Toma lá:

    “Uma nêspera
    Estava na cama
    Deitada
    Muito calada
    A ver
    O que acontecia
    Chegou uma Velha
    E disse
    Olha uma nêspera
    E zás comeu-a
    É o que acontece
    Às nêsperas
    Que ficam deitadas
    Caladas
    A esperar
    O que acontece”

    Mário Henrique Leiria

  3. meteamorfode

    Quem és tu ser estranho
    que percorre as ruas mais estreitas
    na penumbra da noite
    do teu rosto
    vejo apenas alguns traços
    mas sei que te conheço
    como se comigo houvesses nascido
    a tua dor é a minha
    em tuas alegrias as minhas revejo
    a minha presença és tu

Deixar uma resposta