Talvez.

Podia ser que um mosquito me mordesse e me provocasse elefantíase.
Assim já tinha com que me entreter e deixava de chatear os outros.
Ficava sentadinho, de pernas abertas, a fazer festinhas, festinhas e mais festinhas.
Talvez resultasse.

1 thought on “Talvez.

Deixar uma resposta