Aquilo do sabor, fica para outra altura.

Introspecção.
A minha vida tem sido saboreada. Não será uma afirmação bombástica e, provavelmente, muito boa gentinha sente o mesmo em relação às suas vidas. Mas, muito sinceramente, não quero nada saber da vidinha das outras pessoas ( foi o meu amigo Glen Turner que me disse para hoje não pensar nas outras vidas), só quero mesmo saber de mim. Faz-me lembrar um grande amigo meu que, numa fase perturbada da vida, só conseguia falar da vida dele (eu, eu, eu, eu…), mas era tão genuíno que eu próprio me deixei enlear e ouvia-o sem parar.

1 thought on “Aquilo do sabor, fica para outra altura.

Deixar uma resposta