Como gosto.

Comi uma francesinha, cá em casa. Feita com muito amor e muito condimentada. Estou com uma sede que não posso. Adoro comê-las e ficar com esta secura a seguir. Obriga-me a ter de beber qualquer coisita, forte mas suave, como eu gosto. É assim a vida, feita de prazeres comezinhos (outra vez esta palavra…) que nos fazem sentir a nossa existência, feita de pequenos nadas.

3 thoughts on “Como gosto.

  1. boss

    Bom, isso de reservar o gosto é uma coisa feia. Faz lá o favor de ensinar as massas a fazer disso em casa, também. Uma receita vinha a calhar, né? Ou só tu podes ficar com sede? É? É?

Leave a Reply