A outra.

Sem querer ser repetitivo, mas já o sendo, sinto que a Scarabeo sempre fez parte da minha vida. Apesar de terem passado anos e anos sem pegar num veículo motorizado de duas rodas, acho que esta scooter sempre fez parte de mim.
Não tem nada a ver com as outras scooters, nem tão pouco com outras motas, e gosto dela porque tem uma beleza nada convencional, um porte altivo que lhe confere uma diferença absoluta em relação às demais. É um bocadito adolescente dizer que só se gosta de coisas diferentes, mas neste caso, aplica-se mesmo
Felizes são os proprietários das Scarabeo espalhadas por esse mundo fora.

Leave a Reply