Ponto final.

Normalmente começo a escrever e só no final é que ponho (coloco, para alguns) o título, mas desta vez foi ao contrário.
Já chega de férias. É tempo de começar a pensar no dia de amanhã…
Nas taxas de juro.
Na crise do BCP.
Na avaliação dos professores.
Na sinistralidade nas estradas.
Na falta de qualificação dos portugueses.
Em tanta coisa.
E de repente, está o meu amigo (outro) Justerini a dizer-me: não ligues, são coisas que te metem na cabeça.
E eu não ligo, pronto.

Leave a Reply