Vai-se.

Aborrece-me ter a consciência de que estou a ficar velho. Como é que eu cheguei a esta brilhante conclusão? É simples. Quando se começa a tomar medicamentos para uma constipação, uma gripe ou uma inflamação pulmonar, porque não passa, aí sim, está tudo dito. Vai-se para velho.

3 thoughts on “Vai-se.

  1. Pois eu tenho muitas boas recordações dessa escola… mesmo quando olhavam para mim com aquele ar… aquele que nos diz: andas a fazê-las!!!:) E não é que andava mesmo!!! Bendita biblioteca! Bendita sala de directores de turma! Bendita a já não existente sala de fumo!!!

  2. manticora

    Bem! Ó anónimo, que me pareces conhecido. Estás mesmo revoltado com a vida. Não percas tempo porque são só dois dias. A minha cara é sempre a número 1. Só tenho essa:)

  3. Anonymous

    Ai Ai Rui!

    Dizes tantas barbaridades … mas verdades ao mesmo tempo.

    Essa escola é uma seca, cheia de intrigas e mesquinhices próprias de quem não tem nada para fazer. Detesto esses professores e professoras que se metem uns com os outros como se estivessem sempre à procura de amantes e casos e sem respeitarem o próximo.
    Eu não sou assim e detesto que se metam comigo com gestos ou frases menos próprias. Não há nada como lhes fazer aquela cara nº 87. Tipo sou muito superior a ti, queres o quê? Que gozo que isso me dá …

Leave a Reply