Puxa, para não dizer outra coisa.

Com a idade, estou a ficar mais burriquito como tu…

Tenho alguns interesses, que fui cultivando ao longo da minha vida e que os mantenho convictos, mas há assim umas coisas que se vão infiltrando, lentamente, que me deixam apreensivo. O futebol é um desses quistos que aparecem, se instalam confortavelmente, desenvolvem-se a seu belo prazer e acabam por se tornarem incómodos para o normal funcionamento do ser humano. Digo isto porquê? Porque desde sempre achei que o futebol teve, e tem, uma importância que não deveria ter, pois temos tanta coisa para resolver neste país que não consigo entender a importância que damos à indústria do futebol. Esta indústria portuguesa é gerida por autênticos primatas, na sua grande maioria, os protagonistas da bola são, também na sua maioria, uns autênticos ignorantes que só muito a custo conseguem articular duas palavras, depois temos a comunicação social. Bem, da comunicação social nem vale a pena falar, pois esses são quase todos uma cambada de facciosos que nem consigo muito bem descrever.
Posto isto, acabo por reparar que cada vez mais acho piada ao jogo… logo eu que pratiquei atletismo durante catorze anos e que acho o desporto individual um must… ele há cada coisa mais estranha.

Leave a Reply