Que me desculpem as mulheres vestidas.

belugas_underwater

Eu já não sei de que terra sou. Já dei tantas voltas, mas tantas voltas, a esta treta do tema do blogue, que acabei por me deixar ficar por este. Não quero que fique assim, mas só vou conseguir ter o que quero com a ajuda preciosa do meu amigo Plácido, e como estamos de fim de semana e ele tem mais do que fazer, terei de esperar por melhores dias. Até lá, uma coisa é certa, vou-me deixar de obsessões e vou colocando por aqui umas tretas. Se estiver tudo desorganizado, ainda mais do que o normal, por favor, não liguem, como eu também não ligo por estar a escrever isto e a minha vontade ser outra, por exemplo, de estar a escrever sobre mulheres nuas. É que nestes momentos de verdadeira angústia dá-me sempre uma vontade compulsiva de ver, só de ver, mulheres nuas nas suas variadas formas… pode realmente parecer uma valente palermice, ou, quando muito, parecer uma necessidade de afirmação machista, mas não é nada disso, é mesmo necessidade de acalmar os nervos, e para isso, convenhamos, as mulheres nuas são uma excelente alternativa.

Leave a Reply