Muito gosto de saber.

Sinal dos tempos. Quem não tem um telemóvel que precisa de ser carregado? Ou uma máquina fotográfica? Ou até umas colunas para o ipod? Tudo isto faz parte do nosso dia a dia e tornou-se um gesto quase mecânico colocar um aparelho a carregar. Agora também temos autênticos aparelhos do prazer que já não são a pilhas, mas sim de bateria, a tal que é de carregar. Está sempre no descanso, mas a carregar, e quando é necessário, lá está ele, pronto para as curvas. Claro que tudo pode depender das curvas, mas isso é outra conversa.

Leave a Reply