Quase me esqueço que existo.

Há uma data de coisas curiosas. Foi para mim curioso receber um mail, da minha escola, com o recibo do vencimento, como aliás recebo sempre, e até aqui nada de especial. O curioso mesmo é não me lembrar que hoje são vinte e dois, aquele número anterior ao número mágico. Pela primeira vez em muitos meses não estive desesperado à espera do tal, o do gostinho especial, e ando tão despreocupado que nem me lembrei, sequer, do assunto. Eu sei que isto é sol de pouca dura, mas enquanto dura, e dura, “deixai-de-me” gozar e, já agora, “deslargai-de-me”.

Leave a Reply