Desculpem, mas tem de ser.

Tenho consciência de que este tipo de imagens já são clássicos, autênticos clássicos, mas não consigo deixar de reviver um clássico. Quantos personagens clássicos nós já não vivemos. Eu falo por mim, e posso dizer que já fui muita coisa, muita coisinha mesmo. Assim, de repente, isto soa um bocado abichanado, mas de abichanado… eu apenas fui… a Madona? o senhor dos Depeche Mode? a loira dos Abba? Ai valha-me deus, que são tantos que eu já não consigo ter tino.

Esta coisa de ir fazer uma viagem, montado na bela da Scarabeo, deixa-me um pouco fora de mim. O que me vale é a minha senhora, para me colocar na ordem, me dar umas belas de umas ordens e me deixar inanimado. Completamente atordoado. Só assim a vida continua, pacificamente.

1 thought on “Desculpem, mas tem de ser.

Leave a Reply