Uma caixa cheia.

Rasgar papelada dá cá um prazerrrrrrrrrrrr. Então quando é papelada relacionada com a escola e com mais de dez anos… aí é que dá mesmo prazerrrrrrrrrrrr. Claro que antes de rasgar, seja o que for, não resisto a dar uma vista de olhos pelos respectivos papeis e é aí que reparo como está tudo tão diferente, como os papeis evoluíram graficamente, apesar da maioria das escolas continuar com uma confrangedora pobreza gráfica, dá para notar os sinais dos tempos.

Depois, depois é rasgar, rasgar com força e ficar com a sensação de que ficou alguma coisa para trás que já não faz falta nenhuma. Não sei se isto acontece com toda a gente, mas comigo funciona lindamente. Sinto-me muito mais leve, o que é estranho pois a tendência é para aumentar o peso, com a idade…

3 thoughts on “Uma caixa cheia.

  1. admin Autor do artigo

    O escritório levou apenas uma voltita… pois não convém exagerar… e a papelada foi mesmo toda para o papelão, aliás, cá de casa deve sair a maior parte do papel que enche o papelão daqui da zona, tal é a quantidade de papeis e papeizinhos que vamos juntando…

Leave a Reply