Lá vamos cantando e rindo.

Compulsivamente, lá fui eu entregar na secretaria da minha escola os objectivos individuais, para este ano lectivo. Digo compulsivamente porque foi assim que senti que estava a ser tratado. Em todas as escolas deste país isto está a acontecer. Decidiram inventar uma data de papeladas, que a maior parte dos intervenientes acha uma chachada, com prazos muito apertados e sem saber muito bem para que servem.

Pode parecer um bocadinho tacanhice da minha parte, corporativismo, ou lá que quiserem chamar, mas não acredito que esta papelada toda me vá tornar melhor profissional, nem sequer mais rigoroso, porque isso não existe. Ou se é, ou não se é. Por isso estas unidades de medida que por aí se preparam para aparecer nas nossas vidas, são uma perda de tempo e de energia de todo o tamanho. Dá vontade de ser cínico, mas aí colide-se com as pessoas da minha escola que estão à frente deste processo e essas não o merecem.

A ver vamos.

Leave a Reply