Sem a musiquinha. Tá?

Quem espera, sempre alcança. Até é capaz de ser verdade, mas ele há coisas que não tenho paciência para esperar. Quando se come uma bela feijoada de lulas, como eu comi, depois é um caso complicado… sozinho em casa, com a barriga muito cheia, começa-se a ficar indisposto, vai-se buscar um digestivo. Aquilo não pega de estaca… tenta-se de novo. Ups, um arrotinho. Está-se mesmo a ver o rumo que esta coisa vai levar.

Este vai ser o primeiro post, do resto da minha vida.

Leave a Reply