Também não interessa nada, mas…

carnaval

“Se há alguma coisa que os últimos dias tornaram particularmente evidente foi a existência de dois pesos e duas medidas para avaliar o comportamento das equipas portuguesas na Europa. O mesmíssimo apuramento para os oitavos-de-final da Liga dos Campeões que o Sporting reclama como histórico e excepcional, o mesmo apuramento que serve para caucionar todo o projecto desportivo e financeiro do clube de Alvalade, esse apuramento milionário, não passa de uma banalidade recorrente para o FC Porto. Uma espécie de rendimento mínimo garantido que só merece honras de primeira página e o estatuto de histórico se não for atingido. E é por isso que, se Paulo Bento tem legitimidade para considerar que o tratamento dispensado ao Sporting por alguma Imprensa tem sido asqueroso, é preciso alguma imaginação e um curso intensivo de caserna para adivinhar que adjectivos utilizaria Jesualdo Ferreira para descrever o tratamento que tem sido dispensado ao FC Porto.”

JORGE MAIA  in OJogo

Leave a Reply