Médicos de Portugal.

20081108-87191-5

Acabei de ver na televisão uma pequena reportagem sobre as pessoas que se deslocam a Espanha para serem consultadas ou, se assim o preferirem, vistas, pelos médicos do lado de lá. Fiquei impressionado com as respostas que foram dadas quando lhes perguntavam o porquê de se manterem fieis aos médicos espanhois. Todas as respostas, que valem o que valem, referiam o bom atendimento por parte dos médicos, a sua amabilidade e a sua preocupação em explicarem tudo, tintin por tintin. Ora, todos sabemos que a amabilidade (para não dizer a boa educação) não é propriamente o ponto forte dos médicos portugueses. Quantos de nós não presenciaram cenas lamentáveis de um atendimento médico grosseiro e mal educado? Em que só dá mesmo vontade é de lhes bater, mas bater com força. Ser médico não é só ver, examinar, diagnosticar, tratar e essas tretas todas inerentes à profissão (que eu não ponho em causa) mas é muito mais do que isso. Lidam com a morte e com o medo mais absoluto do ser humano, daí existir a necessidade de terem uma postura diferente e não se comportarem como autênticos talhantes.

De há uns anos para cá (uns anos muito valentes…) só vai para médico quem quer ganhar muito dinheiro (quem não quer?), porque na realidade não se vê um único médico a viver com dificuldades, o que me leva a pensar que essas pessoas poderiam perfeitamente mudar de profissão, que ninguém sentiria a sua falta. Enquanto as coisas não mudarem, as pessoas continuarão a ir a Espanha ter com os seus médicos e eu, muito sinceramente, se vivesse mais perto da fronteira, não me importava nada de ficar à espera de um comboio que me levasse…

1 thought on “Médicos de Portugal.

  1. carla cerqueira

    Pois bem…a minha mãe para ter um atendimento oftalmológico adequado e depois de um ano a ser enganada…fomos para um médico particular numa clínica lisboeta muito conceituada.

    Dinheiro bem empregue..foi operada mas não com o sucesso que se esperava! E porquê???

    Por conta da falta de assistência rápida, simpatia e atendimento adequado!

    Não admira que haja quem goste de ia á terra de nuestros hermanos!

Leave a Reply