Sexta feira à noite e as minhocas dormem.

raposa

Por vezes acho mesmo que a vida não faz sentido… tanta chatice, tanto aborrecimento, tanto mal estar entre pessoas, tanta trica e dica, que me sinto cansado e me ponho a pensar. Para quê? Andamos todos por aqui à procura do mesmo. Então porque é que nos estafamos a dar cabeçadas uns nos outros? É uma daquelas questões que nem vale muito a pena responder porque já sabemos que quando são formuladas as pessoas têm sempre a tentação de dizer aquilo que eu estou para aqui a dizer, neste caso escrever. Por isso…

E tudo isto porquê? Porque estava a pensar em sexo confortável. Sexo confortável? Sim, confortável. Também existe, ok? Não temos todos de nos deitar no meio do areal, contra os pinheiros ou no palheiro. Claro que tudo isso também é válido, pois claro, mas eu estava mais a pensar noutro tipo de abordagem. Sim, porque a abordagem é uma forma de estar na vida que deve ser incentivada e desenvolvida. Já existe há séculos, mas eu gosto sempre de ver aqueles filmes de piratas, cheios de espadas, olhos vazados, pernas de pau e bigodes retorcidos, mas sempre cheios de boas tácticas e técnicas de abordagem. Para mim, ver um bom filme de piratas é meio caminho andado para conseguirmos sexo confortável bem agradável. Está lá tudo. A escolha do navio, as suas características, a sua forma de deslizar no mar e até o seu porte. A escolha da táctica de ataque, quais as armas a serem usadas e com que intensidade. Como fazer a abordagem do navio, o momento certo de o amarrar, invadir e bombardear ao mesmo tempo, sem nunca o deixar de pressionar e controlar. Finalmente a estocada final (bem, esta foi mesmo daquelas… foleiras, mas de momento…) que leva à conquista e ao extâse total. Tudo isto tem um cenário, que pode variar, mas será sempre um cenário calmo, tranquilo, com um ritmo muito próprio, que nos permita sentir e pensar em sexo confortável.

2 thoughts on “Sexta feira à noite e as minhocas dormem.

Deixar uma resposta