Que pamonha.

20090127-95354-3

Que me desculpem os mais sensíveis e os adeptos da personagem. Paulo Portas é uma coisa que eu não consigo qualificar. Tem tudo aquilo que eu acho que uma pessoa não deve ser excepto a inteligência. Apesar de não suportar a cretinice do homem, tenho que reconhecer que o tipo é inteligente. A forma como usa a sua inteligência… isso é outra coisa. Duas linhas gastas com este personagem já me começa a fazer comichão… isto tudo porque, ainda por cima, tive de concordar com uma proposta deste personagem. Ontem ouvi na televisão o homem a dizer que os crimes contra a integridade física dos professores devem ser exemplarmente punidos, pela razão de que, actualmente, não há respeito pela autoridade e que essa falta de respeito começa nas escolas. Custa-me ter de concordar com o personagem, mas desta vez tenho de reconhecer que é verdade, que o homem tem razão. Claro que já toda a gente sabe disto só que ninguém quer tomar a iniciativa de propor medidas nesta área. Também é claro que esta declaração do personagem foi feita imediatamente a seguir à notícia que dava conta de mais uma agressão (ao murro e ao pontapé) de uma aluna de treze anos a uma professora. Eu não sou nenhum extremista da autoridade, mas concordo que ela exista, que ela seja exercida por quem de direito, por forma a que, no futuro, possamos ser melhores indivíduos, melhores seres humanos e respeitadores da liberdade individual. Não basta ao min-edu exigir, exigir, exigir dos professores tudo e mais alguma coisa, fazendo passar a imagem de que somos uma classe profissional de verdadeiros malfeitores e depois não proporcionar as condições de trabalho e segurança necessárias para que a educação seja um sucesso, isto para já não falar da recente legislação que visa o sucesso escolar à lei da bala… mas isso, fica para outro dia.

Leave a Reply