Já não me lembro da marca.

0Pois a mim parece-me que durantes os próximos dias não vou aparecer muito por aqui. Já é cíclico. Aproximam-se as avaliações finais e quero estar concentrado no trabalho. E não vai ser pouco. Então o preenchimento de papelada… até assusta.

A única coisa que eu posso mesmo sugerir, para os aficionados suprimirem a minha falta e ausência, é este belo massajador facial, que pode ser usado de muitas maneiras. O que é preciso é terem uma resma de pilhas e a felicidade será total e plena. Por isso, sempre que vierem aqui ao blogue e não houver qualquer tipo de novidades, não desesperem, peguem no vosso belo massajador facial e experimentem as delícias do mundo do conhecimento.

2 thoughts on “Já não me lembro da marca.

  1. admin Autor do artigo

    Lindo, lindo, lindo:)
    Estou mortinho por rever esse filme. Já foi há tanto tempo…
    Obrigado.

  2. Telmo

    Por falr em massajador facial …
    Tenho uma prenda paa ti na segunda (quer dizer … é mais o Luís que tem …)

    Vê lá se adivinhas …

    … conta uma história de violência, traição e vingança. Logo nas primeiras cenas o personagem principal, Albert (Michael Gambon), é apresentado como um criminoso que banca o restaurante de Richard (Richard Bohringer), seu chef de cozinha preferido. No restaurante, Albert está sempre acompanhado de sua esposa Georgina (Helen Mirren), que se mostra incomodada com a falta de educação do marido e de seus seguidores. O restaurante é o cenário principal, onde são expostos ao expectador a gula e a luxúria. A gula de Albert, que come de tudo e quer ensinar os outros a apreciar a culinária francesa, e a luxúria de Georgina, que trai o marido com o bibliotecário Michael (Alan Howard), também freqüentador do restaurante …

    Com legendas em inglês sacadas à parte e montadas … um verdadeiro luxo.

    P.S. Onde se lê sacadas dever-se-á ler «compradas» …

Leave a Reply