Jardinagem guerrilhenta…

gg332g

Não sei muito bem onde apanhei este blogue mas achei muito interessante o conceito. Claro que se lerem com um pouco de atenção vão perceber que há ali um lado de extremismo, que a mim já não me diz nada, mas tem um outro lado, mais ligado ao “voluntarismo” de plantar dentro das nossas cidades, em espaços minúsculos, que não devem estar ao abandono, tornando as nossas cidades mais agradáveis. Aquele discurso da selva urbana não me interessa para nada, mas ir de luvas, pás, terra e plantas para um canto qualquer, de uma qualquer rua da cidade, isso já me diz muito.

Leave a Reply