Viva o fêcêpê.

101

São coisas que acontecem. Perdemos o jogo e a passagem às meias finais de uma forma amarga. Faltou o nosso professor Jesualdo no banco. Não parece, mas o homem tem um efeito psicológico na equipa que a deixa tranquila e serena e que ontem faltou. Jogámos melhor lá do que cá. Mas ficamos todos com aquela sensação de dever cumprido (o que não adianta nada, mas…) e para o ano há mais. Agora temos de pensar no campeonato, que ainda faltam muitos jogos, e depois na taça. A ver vamos como correm as coisas.

Leave a Reply