Olha se eu tivesse as férias marcadas.

des gens honnêtes.jpg

Falar de outras profissões é sempre arriscado. Principalmente quando não se conhece o seu mecanismo de funcionamento. Falo por mim, que já devo ter dito muito asneirada por puro desconhecimento da realidade, como também me farto de ouvir barbaridades em relação à minha profissão, vindas de quem não sabe minimamente do que está a falar. É assim a vidinha. Todos nós andamos aqui a tentar perceber o que nos rodeia e como nos sentimos rodeados… por isso mesmo e por isso tudo, não posso deixar de me irritar com esta greve dos pilotos da TAP. Eu não vou estar aqui a discutir se eles têm razão ou não (quem quiser que trate do assunto) mas parece-me completamente estapafurdio que a dois de novas eleições este pessoal se meta a fazer greve. Acho uma falta de tudo. Acho mesmo que se trata de oportunismo puro e duro, vinda de uma classe trabalhadora elitista e sempre vista como inacessível pelos comuns dos mortais (pronto, é uma rica vida, com sexo, hoteis e muito mais à mistura, e daí?) mas que deveria ter o bom senso necessário para evitar estas situações… foleiras.

Leave a Reply