Que é que eu posso fazer?

20090927-117851-0

O José Cid nasceu para a música. Eu acho que nasci para a praia. Acho que faz mais o meu género, pronto. Também não tenho culpa que a coisa ande a puxar por mim. Não é normal o que se está a passar. Está um tempo do… fim do mundo. Desde que foram à Lua, que o mundo nunca mais foi o mesmo. Passam-se coisas muito estranhas, que demoram o seu tempo a perceber, por isso, eu fico pelo meu cantinho, sossegadito, a apanhar um solito na moleirinha, até entrar em transe.

Era bom, não era? Que assim fosse. Mas hoje não posso mesmo. Vou ter um dia muito complicado e só estou a prever chegar a casa lá para as dez da noite, já com as minhocas deitadas. Pode ser que amanhã…

Leave a Reply