Não faz o género.

Annex - Ryu, Chishu (Tokyo Story)_01

Que grande palermice que eu fiz ao fim da tarde. Decidi fazer uma nova instalação do Ubuntu. O que eu lá tinha já andava meio manhoso, com actualizações feitas antes do tempo… e outras palermices do género que eu tanto gosto de fazer. Achei, por isso, que estava na altura de fazer uma instalação de raiz, já que saiu agora há poucos dias uma versão nova e oficial. O sistema operativo está cada vez mais fácil de fazer e foi um tirinho, o que deu mais trabalho foi gravar tudo para dvds, para ver se não perdia nada… está-se mesmo a ver o que aconteceu… perde-se sempre qualquer coisita… no caso foi a pasta com as fotografias que costumo colocar aqui no blogue. Uma autêntica desgraça. Fiquei sem nada.

Depois disto tudo, e como se não bastasse, dou de caras com as notícias da noite, que me trazem notícias perturbadoras. O bispo do Porto pediu um referendo ao casamento de pessoas do mesmo sexo. Como será isto possível. Eu percebo que o senhor está a fazer o papel que lhe compete, como também percebo que haja muita gente que esteja contra. Percebo e respeito. Mas tenho de ficar contente com a atitude firme do nosso governo, que não se deixou intimidar pela força da igreja. Ainda continuo sem perceber porque raio de carga de água as pessoas que estão contra não percebem que o casamento entre duas pessoas do mesmo sexo é apenas uma questão de direitos e igualdades e que quem o pretender fazer, nunca o irá fazer na igreja. Aliás, os padres têm é que se preocupar com os poucos que ainda querem casar pela igreja, senão qualquer dia nem esses lá colocam o pezito. Claro que a procissão ainda vai no adro e muita areia vai ser atirada aos olhinhos de muitos portugueses, mas acho que desta é mesmo de vez. Assim seja.

Leave a Reply