De vez em quando, uma anedota.

Darts

CONTAS À MODA DO PORTO

Dois casais, um de portuenses e outro de lisboetas, estavam a jogar às
cartas e uma delas caiu para debaixo da mesa.
O portuense baixou-se para apanhar a carta e deu uma olhadela na mulher do
lisboeta por baixo da mesa.
Além de umas pernas bem torneadas, ela estava sem cuecas…

Alguns minutos depois o portuense, transpirando por todos os poros e temendo
que a sua postura o traísse sobre o que lhe ia na mente, levantou-se para
tomar água.
Disfarçando a mulher do lisboeta saiu também e foi atrás dele.
Mal entrou na cozinha, ela perguntou:
– E então? O que achou?
– Maravilhoso – respondeu o portuense.
– 500 euros e a gente conversa. Disparou a lisboeta safada.
– Tudo bem é só dizer quando! – retorquiu o portuense
– Amanhã à tarde ele não vai estar em casa, você pode ir lá.
– Combinado! – respondeu o portuense regressando imediatamente para a mesa
do jogo.
No outro dia, à tarde o portuense chegou na hora marcada entregou os 500
euros, e gozou de 2 horas maravilhosas.
No fim da tarde o lisboeta chega a casa e pergunta à mulher:
– O tripeiro esteve aqui esta tarde?
– Sim – respondeu a mulher assustada.
– Deixou 500 euros?
– Sim – respondeu a mulher completamente apavorada.
– Ufa que alívio! Aquele tripeiro filho da ‘…’ esteve lá no escritório,
esta manhã, pediu-me 500 euros emprestados e disse que passava aqui hoje à
tarde, sem falta, para me pagar.

Leave a Reply