Miguel Bombarda.

 

Ontem, quebrei o deserto cultural animal que estava instalado na minha vida. Não tinha contacto visual com a vida cultural do Porto há muito tempo. Não tinha contacto com a fauna animal há muito muito tempo. E gostei de relembrar aquele ambiente da Miguel Bombarda, com pessoal conhecido faz muitos anos e que, também há muitos anos, não via. Fomos com as minhocas, que estiveram muito bem e pareciam habitués naquelas andanças. Só foi pena a chuva intensa que começou a cair quando a coisa estava a começar a aquecer. Sem guarda-chuvas e com duas minhocas viscosas… não deu para ficar mais tempo e acabamos por chegar ao carro completamente molhados. Mas valeu a pena.

Leave a Reply