É que somos mesmo, mesmo, parecidos.

É raro comentar as fotografias que por aqui vou colando. Neste caso é só para dizer que eu podia ser perfeitamente aquele maluco que está aos saltos, dentro do estabelecimento comercial. Tem algumas parecenças comigo. É cota. Não tem bigode. Gosta de blusões desportivos e calças radicais. Não me parece que trabalhe nas obras. Salta e gesticula muito. Não tem a noção do ridículo. É querido entre os seus pares. O cabelo está ficar branco. De resto, dá para perceber que gosta daquilo.

1 thought on “É que somos mesmo, mesmo, parecidos.

Leave a Reply