Hoje o Jesualdo foi cagão.

Custa-me reconhecer. E custa porque sempre gostei do seu trabalho, principalmente do seu discurso ponderado, substancial e de entendido na matéria. Não desvalorizando tudo isso, hoje abordou o jogo da pior maneira possível, jogando muito atrás e permitindo à equipa adversária avançar no terreno. Estava-se mesmo a ver no que ia dar. Não era nunca esta a altura para uma postura destas. Quando já se perdeu o campeonato, quando se joga malzinho no campeonato, a única atitude possível para ser aceite pelos adeptos seria a de jogar de peito aberto e sem medo do que viesse. Seria certo que acabássemos por perder na mesma, contra equipas deste calibre é difícil fazer muito mais, mas no final do jogo estaríamos todos muuuuuuito mais satisfeitos. Decidiu ser cagão. Está no seu pleno direito, mas foi pena. Claro que a goleada de hoje fica na história. Não é normal o fêcêpê sofrer tantos golos, com tem vindo a sofrer.

Quanto aos risos de contentamento dos amigos do clube da gaivota… já estou habituado a que assim seja. São sempre sorrisos que aparecem quando o clube das ditas gaivotas está vencedor. O que me vale é que eles costumam ganhar muito pouco. Aliás, se ganharem o campeonato deste ano, será a segunda vez que o conseguem em dezassete anos. Convenhamos que é uma média aceitável para aquelas bandas, daí a fanfarronice dos seus adeptos, mas para o fêcêpê… este ano é para esquecer.

1 thought on “Hoje o Jesualdo foi cagão.

Leave a Reply