Já andava há uns tempos para escrever isto.

Nunca consegui perceber porque raio de carga de água as pessoas confundem o conceito de ambicioso. Normalmente, e não tentem pensar o contrário, o termo ambicioso está ligado à ambição materialista, à procura desmesurada dos bens materiais. Da casa com piscina. Da bomba na garagem. Do relógio que encandeia de tanto brilho. Dos anéis de diamantes. Duma data de coisas materiais. Toda essa parafernália é, evidentemente, para mostrar. Depois tem o outro lado da medalha. As pessoas ambiciosas de bens materiais são, geralmente, mal vistas, ou seja, são vistas como capazes de tudo fazerem para conseguirem alcançar os seus objectivos. Ora, para além de não concordar com esta visão, há que distinguir o trigo do joio. Há quem lute pelos seus objectivos materiais de uma forma honesta e correcta e há quem faça exactamente o contrário. Mas não é isso que me choca. O que me choca mesmo é o facto de quem quer ter uma outra postura na vida ser considerado pouco ambicioso. Não consigo perceber porque é que uma pessoa não é considerada ambiciosa se quiser fazer o seu trabalho tranquilamente, ter a sua família para amar, ter os seus amigos, divertir-se, ser saudável, promover as relações entre os seus pares e se estiver a marimbar para a casa tal, o carro y e os sapatinhos de marca xpto. Poderá alguém, no seu perfeito juízo, querer ser mais ambicioso do aquele que consegue alcançar tudo isto que acabei de enumerar? Haverá! Porque vão sempre existir pessoas que passam ao lado das suas vidas e, pior do que a expressão individual do ser humano, só mesmo quando as vidas de terceiros são condicionadas por este tipo de pessoas.

6 thoughts on “Já andava há uns tempos para escrever isto.

  1. Tomás

    E eu com sou um gajo ambicioso, fui no sábado comparar mais duas garrafinhas daquilo que a gente gosta!!!!!!

  2. Tomás

    Grande post, amigo Rui.
    O problema de muita gente não é ser muito ou pouco ambicioso. O que lhes faz confusão é ambicionarmos outro tipo de coisas.

Leave a Reply