Tentações.

Apesar da saga do jardim, a minha vida continua. Por vezes rotineiramente, outras vezes mais movimentada e surpreendente. E é por falar em surpreendente que eu estou a aqui a escrever. Gosto de me surpreender… e faço por isso, geralmente ao contrário daquilo que é esperado… portanto. Neste caso, tive uma experiência que me fez lembrar outros tempos, mais idos e também deliciosos. Quando peguei no carro (porque eu também ando de carro, por vezes) decidi puxar de um cigarro e fui a conduzir e a fumar. Palermice para uns e ridículo para outros, mas para mim foi um prazer relembrado, ao fim de sete sem fumar, ir a fumar e a conduzir, de braço de fora… à bimbo, mesmo. Adorei. Não satisfeito, decidi fumar um outro cigarro, só que desta vez a conduzir a minha bela Scarabeo, que tem um vidro alto e me protege do vento e aqui, foi realmente uma experiência inovadora, pois nunca tinha fumado a andar de mota. Claro que toda esta brincadeira, mais umas quantas, me fazem pensar no meu vício e no quanto me esforcei para o conseguir largar. Lá vou eu à consulta de acupunctura para deixar de fumar, é que desde a Páscoa já fumei umas mais do que valentes cigarradas.

3 thoughts on “Tentações.

  1. TelmoAires

    Kakakaka… a fumar em duas rodas… quando fizeres anos, vou-te oferecer um cinzeiro para a bela da Scarabeo…

Leave a Reply