Post de transição, porque a vida continua.

Continuo sem conseguir recuperar os posts desaparecidos. É uma pena. Sinto-me como se estivesse sem uma parte de mim. Seis meses de posts dá mais ou menos um braço. Estou, portanto, maneta. Mas há vida para lá do desconsolo de me sentir maneta. Vou ter de reaprender a viver sem uma parte de mim. Para começar bem, logo pela manhãzinha, carreguei com quinhentos quilos de lajes do carro para o jardim, o que não foi pêra doce. Ainda vou ter umas jornadas valentes a metê-las no sítio e para o conseguir vou precisar mesmo dos dois bracinhos por isso já me passou o desconsolo. Mais logo venho cá contar como foi o meu fim de semana (ai, que isto mais parece uma telenovela mexicana… por capítulos…) para depois me sentir mais rotinado no blogue.

Deixar uma resposta