Hip Hip ao meu mano Pedro.

Finalmente. Quase ao fim do dia, lá arranjei um tempinho para vir aqui desejar ao meu mano um feliz dia de aniversário. São vinte e nove aninhos, menos vinte do que eu… está naquela idade das transições. Já as começou e a sua mudança para Itália foi uma grande reviravolta, corajosa e muito arrojada. As coisas por lá vão indo, devagarinho, que a crise toca a todos, mas lá vai fazendo o que pode. Acredito que vai conseguir fazer aquilo que quer e o meu desejo é que o consiga, a seu tempo, com a estrutura montada para que fique tranquilo e feliz. Um beijo ao mano.

Leave a Reply