Eles são muito diferentes.

O nosso amigo veio fazer uma visitinha Santiago. Mais do mesmo. Começou logo por criticar os espanhóis quando ainda estava no avião que o trouxe. Tem azar com nuestros hermanos que começaram logo por criticar os custos que a sua visita acarreta para o país, que está apenas um pouco melhor do que o nosso. A maior parte da juventude espanhola não quer saber da igreja católica para nada e tem mais que fazer do que estar a perder tempo com o representante de uma instituição que parou no tempo, para não dizer outra coisa. Uma curiosidade: apareceram uns cartazes muito engraçados (mas que são sintomáticos) e que estavam espalhados por Santiago, a dizerem o seguinte (ou mais ou menos isso): Vem aí o papa, escondam as criancinhas. Um mimo.

Já agora, a fotografia é deste senhor.

2 thoughts on “Eles são muito diferentes.

  1. Telmo

    Com estas opiniões estás a ofender os verdadeiros cristãos católicos. A igreja pode ter muitos defeitos, mas também faz muitas coisas boas em prol da sociedade… Um dia ainda vens comigo a Santiago em peregrinação e vais ver a luz!!! 🙂

Leave a Reply