A todos, um bom natal, ups, carnaval.

Uma pessoa acorda e lembra-se da vida. Hoje foi da vida profissional. Não devia, porque estou de fim de semana muito prolongado, mas aconteceu. Hoje, como há três anos atrás, faz todo o sentido contestar o raio do sistema avaliativo dos professores. Aquilo é uma tanga burocrática. Há três anos levei uma ensaboadela, numa reunião geral de professores, porque me atrevi a dizer que todos os professores deveriam pedir aulas assistidas e sujeitarem-se ao modelo de avaliação, por forma a entupirem o sistema, tal seria a quantidade de papel e de horas necessárias que iria entrar tudo em ruptura. Hoje, mais do que nunca, é perfeitamente viável proceder da mesma maneira. Nada mudou, pelo contrário, professores, relatores, comissões e mais não sei quem, estão atolados em papeis e com os cabelos em pé por causa dessa mesma quantidade abismal de papelada que têm de reunir. Enfim, uma verdadeira trapalhada.

Por falar em trapalhada, vou acabar de fazer a minha mala, que ainda está uma verdadeira trapalhada, e preparar-me para viajar até Marrocos. Sim, Marrocos. Se for raptado, eu fico de enviar para alguém um sms com o código de acesso aqui do blogue para que publique qualquer coisa sobre o meu desaparecimento. Tenham um bom carnaval. O meu vai ser no meio daquelas palmeirinhas pequeninas que aparecem lá em cima.

Leave a Reply