Um beijinho para as minhas meninas.

Há oito anos e picos que comecei a ser pai. Nunca tinha sido e por isso mesmo, não sabia no que me ia meter… como aliás, ninguém sabe. Isto de ser pai, tem dias. É como os interruptores. Umas vezes estão para cima e outras vezes estão para baixo. Muito previsível? Também acho, mas é mesmo assim. Os filhos, quando aparecem, passam a ser parte da nossa vida, uma parte indissociável do nosso dia a dia, com tudo o que isso tem de bom e tudo o que tem de mau. Mau poderá parecer uma palavrinha cruel, para retratar as nossas lindas criancinhas mas, por vezes, elas conseguem ser muito piores do que isso tudo junto. Só quem não os tem é que não percebe o que eu quero dizer. Mas, e há sempre um belo mas, as nossas criancinhas são uns pequeninos seres vivos que nos conseguem encher as medidas, quando menos esperamos e da forma mais surpreendente e é por isso tudo e mais alguma coisa que as amamos de forma incondicional. Nunca é demais repetir.

2 thoughts on “Um beijinho para as minhas meninas.

  1. admin Autor do artigo

    Lololol
    Tens razão, para a frente é que é o caminho:)) nem que tenha de meter um quadro novo:))
    Abraço

  2. jose braga

    Realmente ás vezes os fuziveis vão a baixo. Pode ser um problema do quadro, ou um
    excesso de carga. Tens que controlar isso.
    Não acredito que sejas fâ : ” O TEMPO; VOLTA PARA TRÁZ”
    Um Abraço e beijinhos para Elas.

Leave a Reply