Post pequenito.

O direito à greve está consagrado na constituição portuguesa. Ponto final. Sem discussão. O que eu não percebo e questiono é o porquê destas greves que se vão sucedendo no país. Já se tinha percebido que não iria haver mais guito para ninguém. Agora, com um governo em gestão, é que não vai mudar seja lá o que for, por isso não entendo o porquê de se manterem greves que só prejudicam a vida das pessoas, para já não falar nos prejuízos que as mesmas trazem às empresas. Não percebo isto. Alguém me consegue explicar o que se passa com esta gente.

Leave a Reply