Na véspera.

Andamos todos virados do avesso. Com esta história do FMI anda tudo a pensar na vidinha. Confesso que já fiquei mais assustado. Agora estou mais resignado e pronto para continuar a viver. Sim, porque se trata de continuar a viver. Bem sei que estou numa situação privilegiada, se tiver em conta aqueles que estão a passar por dificuldades, mas também comecei a ver muitos sonhos a irem por água abaixo, o que pode ser desmoralizador. Assim pensei, durantes uns tempos, agora já não será bem assim porque simplesmente não adianta. A vida continua para além do défice, do FMI, dos políticos portugueses e da puta que os pariu. Peço desculpa, mas saiu. Só tenho de me sentir feliz por ter uma família cheia de saúde, energia e com muita vontade de viver, com amigos dos bons. Que mais posso eu querer?

Leave a Reply