Vida dura.

Por falar em papeis. Como se não bastasse a saga dos aviõezinhos… agora tenho de arrumar a minha secretária. Que está ainda mais cheia de papeis, rascunhos, duplicados, capas… também tenho uma impressora, um furador que fura tudo fora do sítio, um agrafador que encrava, uma resma para a impressora, canetas, tesouras, colunas de som, um relógio que não sei muito bem o que lá está a fazer, livros, recibos de contas já pagas (as que estão por pagar ficam junto da porta de saída…), um saquinho com raízes de mandrágora (que um dia vão servir para fazer um chá precioso…), o belo copo de colecção com a bela da garrafa de malte, um portátil, um pilhão e mais não sei que mais. No fim sobra um espacinho para eu conseguir chegar ao teclado. Já não é mau, mas não é vida.

2 thoughts on “Vida dura.

  1. jose braga

    Com um teclado destes que se lixe o furador, o pisa papeis, o agrafador, na melhor das opções, tudo para o lada e carrega-me nestes botões até saltarem, meu.

Leave a Reply