Falta generalizada de juízo.

Bem. Vou começar pelo princípio, para variar. Quando um aluno é apanhado a copiar, o que é que lhe acontece? Todos nós sabemos o que lhe acontece. Acho eu. Para os mais distraídos, eu relembro. O teste é anulado. Se for em exame, levanta-se um auto de ocorrência e a coisa fica por ali. Parece normal? A mim parece e talvez à maioria dos portugueses habituados à escola também pareça. Só que há uma raça de portugueses diferentes. Raça foi o nome que me veio à ideia. Podia ter pegado num adjectivo qualquer para os qualificar. Falamos de quê? De alunos candidatos a juízes. Sim, não passam de alunos que vão fazer um curso de magistrados. Futuros juízes? Pois é. Foram apanhados num copianço colectivo durante a realização do exame. A notícia está aqui. Independentemente dos resultados práticos (que são chocantes, por ter sido atribuído um dez em vez de um zero…) fica a ideia de um grupo de rapazolas batoteiros vir a ser o futuro da justiça portuguesa. Como diz o meu amigo Nuno: Medo, muito medo.

Leave a Reply