Sonho numa tarde ventosa…

Depois de ter visto esta imagem, fiquei realmente com a certeza de que nasci para isto. Um iate disfarçado de ilha tropical. Faz, literalmente, a minha cara. Com tudo à mão, que mais poderia eu querer? Nada. Mas a realidade é outra. Daqui por uma horita entro oficialmente de férias. E a minha realidade é o jardim das traseiras, que está mais abrigado do vento, mas que também me permite (tal como na ilhota/iate) apanhar solinho nas superfícies corporais mais recônditas. Por isso e por outras razões, é para lá que vou. Fui.

Leave a Reply