Branquinha e redondinha.

De vez em quando traio a minha bela Scarabeo. Já o disse aqui uma vez. Achava eu que ia ser sol de pouca dura. Nada disso. Estou a ficar assíduo na traição. Ela é branquinha e seduziu-me. Também é redondinha e, sendo assim, não consigo resistir. Ainda por cima é poupadinha e sabe manter as contas do lar arrumadinhas. É certo que tem as suas limitações. Quando puxo por ela, a coisa não corre lá muito bem e acaba por se engasgar. Também não é lá muito famosa na posição em que me deixa… fico com dores de costas. Mas, no geral,  dão-se umas boas voltas. Claro que não tem comparação com a minha bela Scarabeo. Principalmente quando vou na auto-estrada, naquela velocidade que só esta branquinha consegue dar… e levo com uma camioneta qualquer, de caixa aberta ou fechada, que passa por mim praticamente a raspar. São os piores condutores que tenho apanhado. Os dos camiões dão sinal e passam por mim na outra faixa. Estes sacanas das camionetas devem sentir-se muito frustrados por não serem condutores de camiões e desatam a fazer asneiras, próprias de quem é mau profissional. Dou por mim a recear pela vida, vezes de mais para o meu gosto…

4 thoughts on “Branquinha e redondinha.

  1. admin Autor do artigo

    Aliás, vem no código que para procedermos a uma ultrapassagem devemos dar pisca e mudar de faixa. Mas há por aí muito ignorante que gosta de pôr a vida dos outros em perigo. Somos o país que somos…

  2. admin Autor do artigo

    Pois, eu também conduzo assim, mas é com a bela Scarabeo… esta ainda está em rodagem e anda muito devagarinho:))

  3. boss

    Eu faço exactamente o mesmo. Estou farto das rasantes. Meio do eixo da via e eles que mudem para o outro eixo. Ponto final.

  4. Carlos Sampaio

    Rui, faz como eu, que quando ando de mota, faço de conta que ando de carro e assim a minha posiçäo na estarda é mesmo no meio da minha faixa de rodagem, dessa forma geralmente as latas têm de dar pisca e mudar de faixa 😉

Leave a Reply