Sem cabecinha para nada…

À segunda feira é sempre difícil escrever o que quer que seja. A pouca energia que eu tinha deixei-a na escola, logo pela manhã. Agora estou cheio de sono e só me apetece ir para o quarto das minhocas, que a esta hora tem o sol a dar-lhe em cheio, e ficar por lá a ler e a adormecer e a tornar a ler. E sempre mais um e…

Leave a Reply