Era para ser… mas não chegou a ser…

Por vezes tenho uma necessidade enorme de inventar histórias. Mas é só mesmo às vezes. No restante das vezes fico com este ar de normalidade que me caracteriza. Quando me lembro que seria bom, muito bom, inventar uma história, também me lembro de que a bendita história poderia ser oral. De preferência com um sotaque estranho, pelo menos mais estranho do que o meu. Sotaque é uma forma de dizer. Podia ser uma história contada com dificuldade de articulação das palavras ou, no mínimo, com aquela sonoridade típica da sopinha de massa. Tinha a sua piada. O problema é que eu não domino os microfones e as gravações e depois as publicações no youtube… é tudo muito moderno para mim… o que é uma pena porque ideias não me faltam…

Leave a Reply