E diz o padre e diz o bebé, é bom, é bom é bom, é bom é!

A cena dos padres é fatela. Pelo menos para mim é muito fatela. A pretensa autoridade moral em relação aos ditos seres humanos não eleitos/escolhidos/sorteados/e afins, é uma grande treta. Pelo menos para mim é uma grande treta. Tudo fingido e tudo muito artificial. Ontem tive mais uma prova disso mesmo, como se fossem necessárias mais provas… Estou a falar do trucla-trucla, obviamente. Eles também gostam e ninguém percebe o porquê desta insistência no celibato dos padres. Relembrando que a igreja não quer que eles casem para que não haja distribuição da riqueza pelos herdeiros, mesmo assim não se percebe a insistência pois a igreja não distribui nada pelos mais necessitados e se os padres viessem a casar, a partir de hoje, arranjavam uma maneira de não os deixarem doar …

Isto tudo porque ontem surgiu uma notícia sobre um desgraçado de um padre que estava a ser vítima de chantagem por parte de duas prostitutas. Sim, o padre deixou-se enredar num esquema de chantagem que lhe levou uns milhares de euros, que tanta falta fariam a um sobrinho qualquer… que esteja em dificuldades por esse país fora… Os padres são um pouco imberbes nesta coisa do amor e este não fugia à regra, apesar dos seus sessenta anitos de idade. Ainda por cima conheceu as duas meninas através da internet, esse antro do demônio, e deve ter visto a luz, uma outra luz é certo, mas mesmo assim uma luz com muito brilho… e deu no que deu, com a polícia a tomar conta do desgraçado e a apanhar as duas malandras a receberem o guito das suas mãos.

Leave a Reply